Lubisco

Tu sabe quem foi Norberto Lubisco?

Todo portoalegrino sabe quem foi ou o que (é) foi Norbert Lubisco. Mesmo praqueles que desconhecem que o sujeito Norberto Lubisco foi um diretor de fotografia que, por “pelo menos por duas gerações, não se esquece tão fácil”. E isso “não só por seu talento ou conhecimento técnico, mas também por sua paciência e facilidade de ensinar”. E olha que gaúchos, ou sulriograndenses, adoram denegrir conterrâneos, diz a lenda. Não que eu saiba. Mas esquecemos fácil, isso é fato.

essa foto peguei do blog do Ricardo, filho do Norberto, clickando nela tu vai pro blog dele

Quer apostar?

Aposto que em menos de um ano ninguém mais, salvo meia dúzia de malucos (90% destes eu chamo de amigos TRU), lembra da existência da Sala Norberto Lubisco. Poisé, no passado. Isso acorre tendo em vista que hoje, ou ontem, já, ela foi fechada, na calada, secretamente, por nossa governadora. Yeda, que não só é motivo de chacota no resto do país, mas que também me fez ouvir inúmeras vezes a pergunta: “é verdade que ela da cabo de sujeito?” pelos estados da nação federativa de meu Zeus.

Sentiria vergonha se privasse de conceito de nação. Como não privo, guardo toda a minha vergonha pra feitos como este, fechar a Norberto Lubisco. Que vergonha, Yedão, ein. Na camufla. Imagina o que vão me perguntar agora: “É verdade que além de constranger o NovaCorja a fechar diante de ameaças de morte, ela ainda repudia as demais manifestações culturais com o intuito de parecer mais bonita? inteligente?” Eu, claro, continuarei respondendo que não vi nada, são boatos.

Leiam o texto do Noah e pensem nisso. Morro de vergonha. Imaginem quanto Fogaça paga pra Yeda ser transloucada, pra ele poder fazer a merda que quiser sem ninguém notar. Sério, fui pro Alagoas. Beijs

[aaaaaah, tu também pode participar da campanha #LUBISCOFTW ou #NORBERTOLUBISCO no twitter, vailá, monero-a]

Aproveitando que a cidade estava vazia, a Secretaria de Cultura do Governo do Estado do RS fechou sorrateiramente a sala NORBERTO LUBISCO da Casa de Cultura Mário Quintana neste janeiro. Sim, fechou fechado, para não abrir mais. Junto da sala, três dos dez funcionários do cinema da CCMQ foram demitidos, sobraram sete.

Ninguém, nenhum jornal, nenhum programa de TV ou rádio noticiou essa catástrofe.

Então, nesta próxima semana farei uma série de reportagens e entrevistas para o programa que estou conduzindo esse mês, ao meio-dia, na Rádio Ipanema FM, o ‘N Coisas’. Gostaria de contar com a ajuda daqueles que, como eu, não aceitam isso calados e exigem um posicionamento dos responsáveis por esse atentado à cultura de Porto Alegre. Quem tiver algo a dizer, contribuir, informar, etc. pode mandar para mim.

Por fim, gostaria de lembrar que a sala Norberto Lubisco leva o nome do “fotógrafo gaúcho que marcou por mais de três décadas a nossa produção cinematográfica e teve seus trabalhos inúmeras vezes premiados com Kikito de melhor direção de fotografia no Festival de Cinema de Gramado”.
Esta sala é (ou ‘era’?) uma da mais charmosas da cidade e a última com suas portas voltadas para a calçada (Rua dos Andradas). Ressalto também que ela, mesmo fechada, está em perfeitas condições de uso – projetor, assentos, ar-condicionado – contando com 53 lugares.
Eu não admito isso assim dócil, aquela sala é nossa!
E você, que tal? Avante, pessoal!
Anúncios

5 Respostas to “Lubisco”

  1. É um total absurdo se estiverem realmente fechando a sala. Primeiro, porque se decidiram fechar, tem que informar o motivo. Fechar assim no silêncio é coisa de ditadura e não é admissível.

    A sala é muito simpática e sempre que fui lá (vou bastante ao cinema) havia telespectadores. Penso que os maiores prejudicados serão os moradores da redondeza, muitos de meia idade que não tem facilidade de procurar outros locais. Além, é claro, dos funcionários demitidos.

    Claro que não podemos nos silenciar! Contem comigo.

  2. Tocou o tempo do “Cinema Falado”, de sair das salas direto para as ruas, a sol a pino, pingo a pingo de gente, de sacar esses pilantras fora dos eixos das suas pretenções de minar a(s) cidade(s) que vimos construindo. Ouvidos moucos queimarão aos ritmos de trombetas religiosas, ou não, e dentes cairão.

  3. Ouvi o programa na rádio hoje e fiquei sem palavras, sem reação. Assim como toda a minha família. Meu nome é Ricardo, e eu sou filho do Norberto. Desde o começo da tarde estou fazendo o possível para divulgar a notícia e achar uma solução. Criei uma comunidade no Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=98884969 e mandei e-mail para a Zero Hora, Casa de Cinema de Porto Alegre, e também para a Ipanema, infelizmente sem nenhum retorno ainda! Amanhã a família irá se reunir para desenvolver idéias para tentar fazer com que reabram a sala de cinema o mais rápido possível. Tenho a idéia de fazer um protesto na frente da sala, mas para isso precisaríamos de uma grande mobilização! Espero que a memória do meu pai continue preservada por muito tempo, assim como os grandes filmes que ele fotografou. Estou fazendo uma edição dé alguns filmes dele, e logo mais postarei no Youtube. Agradeço e muito o Marcelo Noah pela dedicação em levar este assunto a rádio, e por defender acima de tudo a cultura gaúcha, frente ao presidente do IECINE.

    Um Abraço

    Ricardo Lubisco

  4. Quiseram esta “senhora’ PARA COMANDAR O “nosso” RIO GRANDE DO SUL ! DERAM A ELA O PODER ! O QUE ESPERAR DE UMA CRIATURA QUE NEM GAÚCHA É ??? QUEM SABE NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES SUICIDAS O POVO PENSE MAIS UM POUCO NO QUE REALMENTE QUER ! INFELIZMENTE AGORA NÓS TEMOS QUE “ENGULIR” MAIS ISSO !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: