Obamizer

Poisé. Eu lembro que quando Obama fazia sua campanha [e quando ganhou] e eu postava por aqui que, ok, talvez um novo mundo seja possível, mas não, não era esse que vocês estavam pensando e tampouco Obama era o mensageiro esperado sofri uma série de hostilizações por comentário, telefone, msn, via pública. Hshshs.

Mas, vide bem, ermãozinho, vide bem. Eu não sou exatamente amarga. Eu acredito que temos lá nossos pontos doces, nossos pontos belos. Que nós, pessoinhas, podemos fazer as coisas mudarem aos poucos, algumas, solitariamente. Sistemas de mudança sempre esbarram em ego, em hierarquia, em necessidade de controle, em mentirada. E tabefes. Quando tem Alagoano no meio. Ou Chinês. Ao menos.

Taí a America Latina que não nos deixa mentir, né. Nós tivemos nossos Obamas anos antes e podemos dizer: o engôdo que pasta por aqui também pasta por lá. Mas chega disso.

Então agora que a merda está selada e comprovada, me atenho a citar um texto e deixar o link pra gerau. E um beijo sofrido, que quis muito ter estado errada, Zeus é minha testemunha. Sempre.

It was a moment rare in a democracy’s history. The feeling was palpable–to supporters and opponents alike–that something important had happened. America had elected, the young candidate promised, a transformational president. And wrapped in a campaign that had produced the biggest influx of new voters and small-dollar contributions in a generation, the claim seemed credible, almost intoxicating, and just in time.

Yet a year into the presidency of Barack Obama, it is already clear that this administration is an opportunity missed. Not because it is too conservative. Not because it is too liberal. But because it is too conventional.

[…]

For again, as Obama said:

If we’re not willing to take up that fight, then real change–change that will make a lasting difference in the lives of ordinary Americans–will keep getting blocked by the defenders of the status quo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: