America

Tá chegando o dia, em breve mais detalhes, por enquanto fiquem com a belíssima tradução da M.D. Bandarra. Mais informaçães com o Noah.

América

América eu te dei tudo e agora não sou nada.
América dois dólares e vintessete centavos 17 de Janeiro de 1956.
Não suporto minha própria mente.
América quando vamos acabar com a guerra humana?
Vá se foder com sua bomba atômica.
Não estou bem, não me aborreça.
Não vou escrever meu poema até estar com a cabeça no lugar.
América quando você será angelical?
Quando você vai tirar a roupa?
Quando vai olhar para si mesma através da lápide?
Quando você vai merecer seu milhão de Trotskistas?
América por que suas bibliotecas estão cheias de lágrimas?
América quando você vai mandar seus ovos à Índia?
Estou farto de suas exigências insanas.
Quando vou poder entrar no supermercado e comprar o que preciso com meu charme?
América afinal somos você e eu os perfeitos não o outro mundo.
Seu maquinário é demais pra mim.
Você me fez querer ser um santo.
Deve haver outro modo de resolver essa discussão.
Burroughs está em Tânger acho não volta mais, é sinistro.
Você está sendo sinistra ou isso é algum tipo de piada?
Estou tentando chegar ao ponto.
Me recuso a desistir de minha obsessão.
América não empurre eu sei o que estou fazendo.
América as flores de ameixa estão caindo.
Há meses não leio o jornal, todos os dias alguém é julgado por assassinato.
América eu me comovo com os Wobblies.
América quando criança eu era comunista e não me arrependo.
Fumo maconha sempre que posso.
Passo dias a fio em casa olhando fixamente para as rosas no armário.
Quando vou ao bairro chinês encho a cara e nunca como ninguém.
Minha cabeça está feita vai ter encrenca.
Você devia ter me visto lendo Marx.
Meu psicanalista acha que tenho toda razão.
Não vou rezar para Nosso Senhor.
Eu tenho visões místicas e vibrações cósmicas.
América eu ainda não te contei o que você fez com o Tio Max depois que ele voltou da Rússia.

Estou falando com você.
Você vai deixar a Revista Time controlar sua vida emocional?
Estou obcecado pela Revista Time.
Leio toda semana.
Sua capa me encara toda vez que passo furtivo em frente à doceria da esquina.
Eu a leio no porão da Biblioteca Pública de Berkeley.
Ela está sempre me falando de responsabidade. Homens de negócios são sérios.  Produtores de cinema são sérios.  Todo mundo é sério menos eu.
Me ocorre que eu sou América.
Estou falando sozinho outra vez.

A Ásia está se erguendo contra mim.
Não tenho sequer a chance de um chinês.
É melhor eu considerar minhas reservas nacionais.
Minhas reservas nacionais consistem em dois cigarros de maconha milhões de genitais
uma literatura pessoal impublicável rodando a 1400 milhas por hora e
vintecincomil instituições mentais.
Nada digo sobre minhas prisões ou os milhões de miseráveis que moram em meus vasos de flores sob a luz de quinhentos sóis.
Aboli os puteiros da França, em seguida vem os de Tânger.
Minha ambição é ser Presidente, apesar de ser Católico.

América como posso escrever uma litania sagrada nesse seu estado de bobeira?
Vou continuar como Henry Ford minhas estrofes são tão individuais quanto seus automóveis ou mais pois todas têm sexos diferentes.
América vou te vender estrofes a $2500 cada com $500 abatidos pela sua velha estrofe.
América liberte Tom Mooney
América salve os legalistas espanhóis
América Sacco & Vanzetti não devem morrer
América eu sou os rapazes de Scottsboro.
América quando eu tinha sete anos mamãe me levava às reuniões da Célula Comunista eles nos vendiam grão-de-bico um punhado por bilhete um bilhete custa um centavo e os discursos eram grátis todos eram angelicais e emocionados com a causa operária era tudo tão sincero você não tem idéia que coisa boa era o partido em 1835 Scott Nearing era um grande velhinho gente boa mesmo Mãe Bloor me fez chorar uma vez eu vi o orador Ídische Israel Amter de perto.  Acho que mundo era um espião.
América você não quer realmente ir pra guerra.
América são aqueles russos malvados.
Aqueles russos aqueles russos e aqueles chineses.   E aqueles russos.
A Rússia quer nos devorar vivos.  A Rússia está louca por poder.  Ela quer tirar nossos carros de nossas garagens.
Ela querer pegar Chicago. Ela precisar de um Reader’s Digest Vermelho, querer nossas fábricas de automóveis na Sibéria. Seu grande burocracia a controlar nossos postos de gasolina.
Isso não bom. Eca. Ele fazer índios aprender ler.  Ele precisar grandes negrões pretos. Rá. Ela fazer nós todos trabalhar dezesseis horas por dia. Socorro.
América isto é totalmente sério.
América essa é a impressão que tenho de olhar para dentro do televisor.
América isto está correto?
É melhor eu começar a trabalhar agora mesmo.
É verdade eu não quero entrar pro Exército ou girar tornos em fábricas de peças de precisão, e de qualquer forma sou míope e psicopata.
América estou colocando minhas mãos de veado na massa.

Uma resposta to “America”

  1. […] AM ROCKLAND Então não é America, mas amomuito. E é Gingin. Ler todo aqui, mas você deve ter uma edição em casa, […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: