Rio 2012

..::Juwiou::.. diz (14:38):
um chines acabou de me mandar
..::Juwiou::.. diz (14:39):
“PARABENSSSSS,RIO!!!!\PARABENSSSS,BRASIL!!!”
mari diz (14:39):
NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
HAHAHAHAHAHAHAHA
..::Juwiou::.. diz (14:39):
“nao sou do brasil, sou do rio grande do sul, e nao pretendo ir para o brasil tao cedo”
mari diz (14:39):
HAHHAHAHAHAHAHAHA
..::Juwiou::.. diz (14:40):
to odioso!!!
PQUE A TV NAO ENTREVISTA PESSOAS ODIOSAS
CADE O PAULO FRANCIS!!! O ULTIMO ODIOSO DA TV
ele diria
“eeeeeesta eleicao foi uma merrrrrrrrda”
mari diz (14:40):
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA
june, terei que postar isso
NA BLOGA
..::Juwiou::.. diz (14:40):
HAHHAHAHAHA
..::Juwiou::.. diz (14:41):
posta
mari diz (14:41):
tu representa o espirito nacional
anti 2016
..::Juwiou::.. diz (14:41):
ai eu to com nojo.. vou falar so hebraico durante 2016 todo
tenho 6 anos pra aprender
mari diz (14:42):
HAHAHAHAHHAHAA
Juwiou diz:
um chinês acabou de me mandar
“PARABENSSSSS,RIO!!!!\PARABENSSSS,BRASIL!!!”
“nao sou do brasil, sou do rio grande do sul, e nao pretendo ir para o brasil tao cedo”
PQUE A TV NAO ENTREVISTA PESSOAS ODIOSAS
CADE O PAULO FRANCIS!!! O ULTIMO ODIOSO DA TV
“eeeeeesta eleicao foi uma merrrrrrrrda”
mari diz:
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA
June, terei que postar isso  NA BLOGA
Juwiou diz:
HAHHAHAHAHA
pode postar
mari diz:
tu representa o espírito #Rio2016
Juwiou diz:
ai, eu to com nojo.. vou falar so hebraico durante 2016 todo
tenho 6 anos pra aprender

11 Respostas to “Rio 2012”

  1. a imagem fixa do brasil na eternidade:

    “The announcement was shown live on Rio’s Copacabana beach, where tens of thousands of people had begun the party early in front of a main stage flanked by screens. As the envelope was opened in Copenhagen and the city’s name rang out, a loud scream rose from the crowd. Confetti exploded from the stage, as the people, dressed in shorts and bikinis, jumped to samba music and waved Brazilian flags and balloons of green and yellow, the national colors. The crowd spread to the water’s edge, and more people continued to arrive for a celebration that promised to last well into the night.”

    http://www.nytimes.com/2009/10/03/sports/03olympics.html?_r=1&hp

    PIOR é LULALÁ dizendo que era o dia mais emocionante da VIDA dele. como assim? ele foi eleito com ovação inconteste da nação depois de perder TRÊS VEZES, sendo que duas PRO MESMO CARA. pena que brasilzão não é HONDURAS, que sei certo que rolará um PLEBISCITO: LULA OLÍMPICO, praticamente júlio césar ASCENSO.

  2. SOMEHOW, IT ALL MAKES SENSE:

    [House sits in front of him. A beat passes.]

    JOHN: You wanna know what I really did down there?

    GREG HOUSE: Only if it’s interesting.

    JOHN: [smiling at the memory] The women there… during Carnival, they… they do this dance. They call it the Devil Dance.

    GREG HOUSE: Not interesting.

    JOHN: I spent all forty days with this attaché to the Minister of Defense. The most… buttoned-down woman you’d ever meet. You know? ‘Cept when she did this dance. She agreed to tell me stuff…

    [John winces as he feels some pain.]

    GREG HOUSE: Okay, we have half a good story there.

    JOHN: Karma.

    GREG HOUSE: Best way to rid yourself of that guilt is to confess your sins.

    JOHN: This pain is… right. It’s comforting. It makes me think that… somehow, it all makes sense.

    [Suddenly, House has an epiphany.]

    GREG HOUSE: What do you mean, forty days?

    JOHN: When they found out… what she… told me.

    GREG HOUSE: Carnival in Bolivia’s only eight days. [small beat] You have any idea what a chestnut looks like?

    [John looks at him in confusion.]

    CUT TO:

    [CIA Hospital, Terzi’s Office. Night. House bursts inside and speaks to Terzi.]

    GREG HOUSE: You idiot.

    SAMIRA TERZI: Who are you calling an idiot?

    [House turns around to see Agent Smith sitting on the couch.]

    GREG HOUSE: Whoever knew that John was stationed in Brazil, not Bolivia.

    SAMIRA TERZI: Brazil?

    GREG HOUSE: [turning to Smith] Well, then, I guess I’m talking to you, idiot.

    AGENT SMITH: It’s the same region. It’s the same parasites, same diseases.

    GREG HOUSE: But not the same language. In Bolivia, chestnuts are chestnuts. Brazil, on the other hand, it’s castanhas-do-Pará, literally, “chestnuts from Pará”. Because it would be stupid for people from Brazil to call them Brazil nuts!

    AGENT SMITH: So he ate Brazil nuts. Big deal.

    GREG HOUSE: No, he ate a lot of Brazil nuts. Which is a big deal, because they contain selenium.

    [Terzi closes her eyes, understanding.]

  3. lula é como aquelas esposas virgem que dizem: o casamento é o dia mais feliz da minha vida.
    pronto, resumiu a vida conjugal que vira, amiga. SORTE

  4. Paulo Fernandes Says:

    cara, eu acho que um pouco de alegria pelas vitórias simples vai bem nesse espírito pós-apocalíptico-moderno-acadêmico
    e vamos abrir o livro de sociologia, pra lembrar que mudança vem de todos os lados, inclusive do esporte… ou fechar ele e lembrar que todo mundo grita gol, quando o Brasil faz gol.

    E quanto a esse espírito argentino do Rio Grande do Sul de certas pessoas que nunca pegaram promoção da gol pra outras partes do MESMO PAÍS (pasmem!, eu digo pra passar um tempo limpando mesa ali na baixa-chiado, em termini, na akropolis, ou contemplando a torre eiffel, com a porra do teu diploma enfiado no bolso, e aí eu quero ver essa vontade européia imensa de subir o morro pra se abraçar com estátua do garibaldi não passa.

    Mas se não passar, eu juro que assim que for presidente do Brasil, meu primeiro ato vai ser negociar o RGS com a Argentina, em troca de mais um meia-ofensivo pro meu time.

    Valeu timão.

  5. Paulo Fernandes Says:

    Ok, vou dizer algumas coisas.

    Primeiro, eu recomento fortemente um pouco de espírito de turba pra combater essa mesmisse pós-apocalíptica-moderna-acadêmica que fica abraçada com a Torah enquanto o messias tá na avenida gritando gol. Mudança vem de todos os lados, inclusive do esporte. O tanto de abraço e congratulação que recebi de GREGOS (e demais troianos) fez-me pensar que, enfim, toda vitória é uma vitória. As simples às vezes são as mais gostosas.

    Segundo, eu recomendo fortemente aos sulistas-argentinos de coração, que nunca pegaram uma promoção da gol para visitarem o resto do MESMO PAÍS (pasmem!), a passarem um tempo limpando mesa em café de montmartre, camden, baixa-chiado ou ali em travestere, debaixo da sombra da estátua do garibaldi, com a porra do diploma enfiado no bolso, pra ver se essa vontade de não ser Brasil não passa.

    Mas se não passar mesmo assim, não se preocupem: primeiro ato meu como presidente do Brasil vai ser negociar com a Argentina o RGS, em troca de mais um meia-ofensivo pro meu time.

    Valeu timão.

  6. olha, filho de diplomata, eu não li vontade alguma de não ser brasil por aqui. o que eu vejo, quando uma pessoa acha um absurdo que um país que tem uma arrecadação de impostos suíca e uma condição de vida favelar tão grande é que a pessoa acha absurdo, pra isso, ela se informa, pra isso, ela se importa.
    quem aceita qualquer merreca com sorriso no rosto é a mona lisa, não acho que ser garçom na europa faça alguém mais digno, não acho que achar que a europa tem mais te ensinar sobre teu país que ele próprio te faça mais digno, não acho que o brasil possa pagar olimpíadas, sabe por qual motivo? não sei se tu ainda lembra da educaçãosaudemiseriaroubalheirachinelagemeternanacional, aí da europa. :D
    agooora, se tu começar a usar o SUS, saca? acho que aprende bastante sobre o brasil e o e$pírito olímpico nacional
    BEIJÃO, AMIGOW
    saudads

  7. Paulo Fernandes Says:

    HHAHAHAHAHAHAHAHHAAH

    Cara, eu não esqueço de nada disso… porque desse programa li até a bibliografia complementar, sem falar que 2002 eu tava lá, colhendo bolheto de urna, pra depois rasgar a toga em plena ágora, de tanta vergonha.

    Concordo que devemos pensar nisso tudo, mas há uma visão muito estática e até uma visão muito centrada na classe política, bem anti-gramsciana, que pode ser vista como uma fé ingênua que ela algo pode mudar em coisas que não quer mudar.

    Por isso, minha visão é que trazendo um evento desses pra cá aumenta a vigilância internacional no país e força a essa mesma classe a mudanças, por mais pequenas que sejam. Assim, trazer as olimpíadas pra cá é algo que pertence ao plano das mudanças estruturais que qualquer surfista deseja.

    Enfim, além disso, deixa a sociedade civil festejar também. Acho que verdeeamarelo combina horrooooores.

    :****

  8. ow Mari,
    desculpa mas … não entendi pq o título do post é Rio 2012 :P
    ce quer duas olimpíadas??

    aliás, tu mordeu a fronha aqui em Sampa né?? :)

    o amor é importante, p****

    beijo

  9. é uma referencia ao suposto apocalipse maia de 2012
    mordi, mas tenho desculpas
    o amor segue, espero que isso importe
    beijs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: