Os Bandidos guerrilla gardening style

Acho que simplifiquei e fui ingrata demais c’Os Bandidos. Prova disso o sonho que tive hoje. Estes dias mesmo reclamei ao meu amigo Noah que eu não sonhava coisas malucas e lindas tinha tempo. Hoje tive um sonho longuíssimo do qual dividirei pedaços, os que lembro e que tem relevância.

Sim, diversas metáforas obvias. Mas o auto-tolher também é óbvio. Psicoterapia é o suuper o novo cristianismo dos sentimentos e a libertação nem sempre é preencher de significado, mas esvaziar. Sem querer soar meu pai Artaud. Então borabora.

Eu e Cherry eramos bandidos. Invadíamos casas e apartamentos para cuidar de plantas mal tratadas e comer tâmaras e uma outra frutinha que esqueci o nome, é pequena e tem um gosto muito diferente (não, não é Romã, Perséfone), também meio agridoce. Dois apartamentos eu e Cherry invadiamos com uma certa frequência, pq os donos magnatas estavam sempre away de suas plantas. E nós só entravamos lá, davamos água, falavamos com elas e íamos. Uma gang de duas em nome do amor pelas plantas.

Acontece que em uma das casas fomos pegas saindo. E era impossível pegar o elevador sem ter chave, código, algo assim (chegamos lá por uma parte comercial do prédio, estilo SimBuilding) e estavamos no 30o andar (rarara). E enquanto a vizinha ligava pra segurança do prédio/polícia, nós arrombamos o elevador e entramos. Mas o elevador arrombado ficava escuro e inoperante (clima estrela da morte no ar) e então Cherry resolveu fazer uma manobra arriscada e caiu. Uma super tensão tomou conta, ela gritou que estava no negócio, saí correndo por todo lado, tentando resgatar ela, evitando a ley, chamando pessoas, quando cheguei no primeiro andar ela já estava sentada em uma grande mesa, ao lado de meu amigo EME, cercada das pessoas que chamei pra ajudar. De um lado nossos pais de outro nossos poucos amigos.

Sentei junto, falei com ela. Estava tudo bem, o prédio tinha um negócio de segurança pois muitos jovens se suicidavam. Salva pelo suicídio. Daí ela disse que iria no médico no outro dia e eu fiquei dizendo que deveríamos ir hoje, HOJE. Amanhã é cu de HOJE, agora. Mas ela me disse que o médico local mandou ir no outro dia. Então vi a polícia chegando. Segurei na mão de um amigo-a e do meu pai. Olhei minha família nos olhos, sincera com amor, e lancei meu monólogo final zécelsium que dizia mais ou menos, tipo, acho que seremos presas. Eu poderia dizer que me arrependo de ter feito isto tudo e prometer que quando sair pararei de fazer. Vocês, certamente, teriam mais facilidade para entender e me tirariam da cadeia mais rápido. Mas vocês sabem que eu não sei mentir direito e eu não me arrependo e eu vou, sim, voltar a fazer isso o mais rápido possível, assim que sair da cadeia.

Mas a ley vinha nos dizer que nossos crimes estavam perdoado em troca do não processo. Um acidente é coisa grave, eles teriam que reformular toda a estrutura do prédio. Eu e Cherry levantamos e fomos comer a frutinha que esqueci o nome e tâmaras, deliciosas.

Um resumo do meu inconsciente nos últimos 500 anos, agradeço ao zécelsium e, claro, aos que ajudaram a constituir um inconsciente menos fodido e mais verdinho. Os amo, travestis.

BTW, inauguro nova fase da língua tendo Travesti como vocativo perfeito, travestis.

Adendo, em tempo: Heloísa, minha amiga (que, aliás, aparecia no sonho falando da libertação pelas frutinhas) me disse que ontem celebrou o sabbat do outono (ela mora na Alemanha, travesti), de colheita das frutas, do esforço doador da Terra. As folhas caem e deixam as frutas mais visíveis. Achei lindo e sei que isso, unido ao sonho, faz deste post possivelmente a coisa mais ripe ja criada pelo ser humano depois de Grateful Dead. Por isso vou ali fumar um e já volto, travestis.

Anúncios

6 Respostas to “Os Bandidos guerrilla gardening style”

  1. kuakaukaukua!
    intruders del bien, água aos cactos!
    ardor!

  2. sonhar faz bem pra pele, travestis!

  3. acho que desenharei quadrinhos sobre pessoas que vendem sonhos :D
    inspirado em jesusa

  4. eu me realizo por ti
    vai ser sempre assim… parte da minha felicidade está enormemente ligado ao teu bem-estar, fruto desse teu bem-proceder!!

    :****

  5. porra, lendo estes comentários me ocorreu um negócio
    ADORO SENTIMENTOS DE VERDADE, TRAVESTIS
    amo-os
    :*

  6. sempre na marginália, sempre na libertação. e tu sempre com as bochechas coradas de tanta liberdade.

    chorei, travesti.

    e até a polícia concorda que arrasamos. we are two, and we are one. and we are three. amigos na vida real, como pessoas e como irmãos. adorei o dia, vamos certo na transfer.

    ^^

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: