Heróis

Momento maconha do dia apresenta: HERÓIS.

Eu poderia citar Uivo eu poderia citar a sua mãe, feladapu, mas eu serei sincera. Quase não escrevo isso envolta que estava no sofrimento alheo. E por isso mesmo decidi escrever. Pq eu não sei como aliviar a dor de ninguém, mas eu sinto ela como se fosse minha e não gostaria de sair e tomar um trago solitário.

Fui ver Hellboy2, inveja dos nerds, retomando o cinema aos sábadabadabados (ou quase) com Aline. Acontece que no meio do filme tive uma iluminação (a segunda da noite. quem sabe do que se trata, sabe, quem não sabe tem QI menor mas vive mais) sobre o que é ser um herói. Sim, o filme é belíssimo, Del Toro (não o ator das florestas do inconsciente, o diretor do Labirinto do Fauno) e, sim, ele acaba no meio pedindo o 3 e sim, ele é superficial como todo filme que tem vilões e heróis.

Mas eu gosto deste tipo de filme. Certamente pq eu continuo vendo as pessoas como boas e más, confiáveis e não confiáveis. Gosto mode on, gosto mode off. Quase uma criança, espero que vocês não entendam do que se trata, do fundo do coração.

Mas voltando. O filme apresenta o herói. O herói, imagino que todos saibam, é um demônio egocêntrico inseguro temperamental apaixonado em busca de aceitação da humanidade (que o vê como um demônio) cercado de amigos igualmente anormais e com memórias doces do único ser normal que o amou, o pai adotivo. E isso me fez lembrar das vezes que tentei vender histórias de heróis para pessoas que me compravam textos e elas não queriam: “Ora, precisa que todos acreditem que podem ser isso”. E eu não conseguia explicar, mas acabei entendendo. Algumas pessoas vivem tão afastadas de suas paixões que não entendem o papel do herói.

Pq todas as crianças/jovens/nós curtimos heróis? Não é pq eles são quem gostaríamos de ser é pq, em certo sentido, eles são quem somos e nos deixam com aquela ilusão de que podemos ser quem gostaríamos.

Joséfi (sinto quem o odeia, fodasse) diz que o herói é aquele que abdica de sua vida em nome de algo maior. Isso, certamente, serve para o herói clássico. O herói que surgiu em Superman era mais um cara cuja vida abdicou dele e que só existia sendo herói. O nosso novo herói, que tenho visto nos filmes de ultimamente, é um freak, ser abjeto para os demais, mas com a alma lindíssima. Como o Homem Elefante ou uma trufa ele esconde algo dentro de si, mesmo que não pareça convidativo a primeira vista. E ele é, em geral, deveras mundano.

Todos os heróis, até o Ulisses, tem algo que os une: o bem comum. O outro é uma profissão de fé que não (mais) anula ou afasta, mas exalta. E eu admito que nunca gostei de nenhum herói como gosto do Ulisses, mas vá, é pelo cachorro.

De toda forma, dentro do raciocínio maconha, isto quer dizer que mudamos como nossos heróis, né não?

Então, positivo é que deixamos de lado a idéia quase cristã de abdicar de si em nome do outro. Mas bizarro, definitivamente bizarro, é que nos aproximamos em afeto do freak. O freak costumava ser a exceção. Pelo visto vamos dominar o mundo. Hshshs. Positivo, também, é que parecemos nos afastar de ideais e começamos a achar elevado ser falho-fodido. Isso é lindo, porra. Mas bizarro, definitivamente bizarro, é que aprendemos nossas lições de pessoas imperfeitas como a gente. Na verdade isso também me parece positivo. E lindo.

De toda forma, guentem firme. Um dia seremos nosso próprio Messias.

Cito quote favoritada pela Cherry (de fato, melhor cena):

Abe Sapien: [Hellboy hands him a beer] Oh, my body’s a temple.
Hellboy: Now it’s an amusement park.

Anúncios

4 Respostas to “Heróis”

  1. um dos heróis mais legais que eu já vi foi no filme A Hora da Zona Morta, um filme meio Bzão que pouca gente conhece

    rola o clichê do mártir, mas a atitude e a crítica valeram :~)

  2. outro herói tora é o Marshall Law hrhrhrhrhrhr :D

  3. falando em Law (nossa, que dificil digitar sem oculos) lembrei do cara do Law & Order que é como um herói pra mim. hshshshshsh. STABLER CONTRA O CRIME. hshshshsh

  4. […] atrás eu falei aqui sobre o que eu considerava que ia dominar o novo heroismo: uma figura mais Batman e menos Superman; […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: