R.I.P Faustinho

OBSCENIDADE – Para mim obsceno é dono de supermercado, que paga salário mínimo para as caixas, explicar na televisão por que precisa aumentar o preço de gêneros de primeira necessidade. Mas a definição mais razoável, embora longe de ser exata, é a seguinte: tudo aquilo que é ofensivo à decência e capaz de corromper pessoas que entrem em contato com a matéria quer lendo, quer vendo ou ouvindo. Troço tão hipócrita que O Poço da Solidão, clássico do lesbianismo de Radcliff Hall, foi proibido por causa da frase “E aquela noite elas não se separaram”. Em 1933, pela primeira vez desde o princípio da era industrial, o juíz norte-americano Augustus Hand acabou com esta bobagem de julgar frases fora do seu contexto e disse: “Maníaco sexual é quem tem paciência de procurar obscenidades em Ulysses, gigantesca obra de Joyce”. O célebre professor Samuel Johnson (1709-1784), logo após a publicação do seu Dicionário de Língua Inglesa, teve que ouvir de duas velhas: “Como foi que o senhor pôde publicar tantos palavrões?” E ele: “Como foi que as senhoras foram correndo procurá-los?” Em verdade vos digo, leitores, não tem nada mais sujo que a cabeça de um puritano. Pessoalmente, como vocês estão carecas de saber, sou favorável à pornografia ao alcance do povo, privilégio até alguns anos atrás acessível somente à classe dominante. Nego compra uma revista dessas que tem aos montes em qualquer banca, bate uma punheta num W.C. qualquer e não pensa mais em matar o presidente da UDR, por exemplo. Cedo, porém, o povão não vai ter mais grana pra comprar revistas de sacanagem: fome de comida, bebida e sexo, terá que explodir de algum modo lá pela avenida Vieira Souto, de preferência. Se sacanagem transformasse alguém em tarado, aquela Dona Solange que foi presidente da Censura Federal estaria maluquinha, pois passou anos vendo pornochanchadas nacionais e estrangeiras. Mas agora, falando sério: é óbvio que muito maluco lê literatura pornográfica, mas muita senhora de society também lê, e como! Apesar disso, o único crime que essas damas cometeram até agora foi não aumentar o salário dos seus serviçais.

E os maníacos sexuais? Terão sido livros, filmes, revistinhas de sacanagem que os piraram? Os americanos realizaram uma pesquisa para saber quais os livros que o público considerava sexualmente mais excitantes. Uma senhora teria respondido: A Ascensão da República Holandesa, troço que também não entendi, pois a Holanda ainda é uma monarquia. Nego ou nega a perigo se assanha até lendo catálogo telefônico. O dr. Murilo Gomes, que foi um dos melhores psiquiatras deste país (morreu, naturalmente), me controu que uma vez mostrou a um paciente as fotos de um Wolkswagen, de uma manicure, de uma bandeira do Brasil e de um prato de tomates em rápida sucessão e pediu-lhe que lhe dissesse o que elas sugeriram. O paciente não teve dúvidas: “Sexo, sexo, sexo, sexo”. Quando Murilo sugeriu delicadamente que ele estava obcecado com sexo, o cara quis virar a mesa:

– Então o senhor me mostra essas fotos de sacanagem e eu é que sou tarado?

Eu percorri o livro este em busca de algo melhor, OBSCENIDADE não é dos melhores. Mas deu preguiça. Só digo que:

AMOR: Se você não sabe o que é, talvez não valha a pena continuar lendo este livro. De qualquer modo, dê uma olhada no verbete EROTISMO.

Anúncios

3 Respostas to “R.I.P Faustinho”

  1. por algum motivo, a gente dizia EROTISMO quando um dos jogadores limpava todo o seu playfield durante um duelo de Puyo Puyo 2

  2. por algum motivo chamado: NERDICE
    diagnostiquei
    hahahahaha
    pior ainda, entendi
    :/

  3. […] Wolff fala sobre isso, num post anterior, cito trecho: “Maníaco sexual é quem tem paciência de procurar obscenidades […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: