Pyratas

(uhu, mais um pedaço dos pyratas. outros dois aqui e aqui. incapacidade de dormir é uma merdra)

Canto IV
Os conselhos do pai.

Nascido de pai pobre e mãe orgulhosa, em dia esquecido, o pródigo foi, desde mui jovem, recolhido por estripulias que incluíam pequenos furtos e calúnias gloriosas. O pai, sempre mui temente, resolveu aconselhar-lhe:

Se te flagram
Desmaia ou sorri
Pous não sendo rufião
Faz bom uso do espanto
E anula a transgressão

Mas não exagera
Ou teu renome
Vira quimera
E te tomam
Por débil ou dama

Preza teu legado
Com destreza
Faz fato o negado
Com as damas e com a lei
Te servirá
Melhor que beleza em Rey

É importante ter engenho
E ingênua confiança
Em teu próprio desempenho
Mas não convém burlar
Lei maior que a capacidade
De pagar

Usa sempre teu nome
Aquinhoado do Pai e Del-Rey
Evita a morte antes de tudo
E depois o endoudecedor matrimônio
Que foi feito indissolúvel pelo
Próprio demônio

Não sobrando o que fazer
Corre pr’além’ar
E te some
Pous lá não existe ley
Ou fome

Esquece tudo
Se te acham
No fim da sorte
Fica mudo e pede bença
Pra encarar a morte
Como sabença

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: