Anarco o que?

zak smith girls mandy

Então, esta foi uma semana muito confusa. Para começar descobri que meu exemplo de vida, o ser humano em quem me fiava para ser alguém melhor (sim, é uma piada, mas até lá) não é quem eu pensava. Eugene Hutz não é escorpionino e isso anula boa parte do poder de projeção sentido até então. Choro e ranger de dentes.

Depois disso entrei em uma pesquisa que envolvia arté e descobri que nesta area residem as mais malucas situações com a qual a alma humana pode lidar. Pra começar, Guro. Que é mais ou menos tudo o que o Sade jurava que fazia, acho.

Depois atingi um novo nível, sem querer soar Pantera, ao descobrir o pintor e “lá em casa” Zak Smith. O sujeito está envolvido com um dos feitos mais bizarros da alma humana: o anarco pornô. Ele e sua preté, Mandy Morbid (ai, os nomes já me matam) fazem horrores (e por horrores eu quero dizer pornô-polvo, pornô-vaudeville,etc) no mundo pornografico alternativo e tudo isso enquanto ele é um artista que pode se considerar bem sucedido (aqui eu cito MOMA e todo mundo faz oooooh).

Na real ele diz que faz pornografia pq lá está o dinheiro, mas acho que isso era uma ironia já que ele é um pintor e lá está o dinheiro. Além do que, dizem as boas línguas que ele doa tudo que vem do XXX pra coisas como WM3 e outras ações igualmente importantes, já que é anarquista, ie, anarco pornô. E em outro lugar li ele falando que sobrevive bem como pintor faz anos.

Enfim, enquanto Zak pinta, a Mandy manifesta seu anarco pornôzismo liberando geral via web, uma vez por semana, para amigos, conhecidos e pro próprio Zak (que quando vira ator pornô vira Zak Sabbath-OH OS NOMES), em videozinhos no site dela. Capitalismo sendo combatido de formas inusitadas. Não fossem um bando de góticos (ou punks, ou, enfim, pessoas de ny) eu respeitaria pela VANGUARDA.

De toda forma, Zak, enquanto Smith, vale demais, por isso é o único link que digo. O resto vocês procurem que não sou mãe de Onan: http://www.zaxart.com/

Anúncios

2 Respostas to “Anarco o que?”

  1. Zak Smith não é o doidaço que fez o livro “UMA IMAGEM PARA CADA PÁGINA DO ARCO-ÍRIS DA GRAVIDADE”?, sendo que a obra-primad do Pynchon tem umas 750 páginas?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: